Voltar ao topo.
Ouça ao vivo
logo google playBaixar App p/ Androidlogo apple itunesBaixar App p/ iOs

Gwen Stefani abre o jogo: “Passei alguns anos difíceis”

Como a vocalista se reconectou com Pharrell Williams, descobriu os emojis e fez a carreira solo pegar no tranco


« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:passei, nascimento, receitas, prontas, passa, competir, consigo e mesma357 palavras5 min. para ler
Gwen Stefani abre o jogo: Ver imagem ampliada
"Passei alguns anos difíceis”, diz Gwen Stefani ao pensar nas sessões de gravação de Push and Shove, o álbum de 2012 do No Doubt. Era o primeiro LP da banda em 11 anos e Gwen gravou boa parte dele enquanto o marido dela, Gavin Rossdale, estava em turnê com o Bush, que tinha acabado de se reunir – e, assim, ela ficou sozinha para dar cuidar dos filhos Kingston e Zuma, hoje com 8 e 6 anos, respectivamente. 


- Eu arrumava os meninos para a escola, depois os deixava lá, ia para o estúdio e tinha que estar em casa para fazer jantar -.


O disco não emplacou nenhum sucesso e a banda não fez turnê depois do lançamento. 


- Fico triste por não ter dado liga -, desabafa.


Aos 45 anos de idade, Gwen Stefani canalizou todo esse turbilhão no novo álbum solo (que chega às lojas em 2015), o primeiro desde The Sweet Escape, de 2006. Fazia anos que ela pensava em retomar a carreira solo, mas lutava para compor material que se equiparasse a hits como "Hollaback Girl”, de 2004.


- Eu não ressuscitaria as garotas Harajuku -, ela diz, referindo-se às antigas dançarinas japonesas que participaram do clipe da canção. 


- Eu fiquei sem ideias, mas não gosto de apostar em receitas prontas. Depois de um tempo, você passa a competir consigo mesma -.


A cantora coloca o nascimento do terceiro filho dela, Apollo, em fevereiro de 2014, como o ponto de mutação. Depois de uma gravidez difícil.


- Eu vomitava o tempo todo e não conseguia fazer nada -.


Ela se tornou uma das juradas do programa de talentos musicais The Voice. A entrada na atração televisiva, em parte, foi para ficar próxima de Pharrell Williams, que ajudou a compor e produzir vários dos sucessos dela. Williams estava determinado a levar Gwen de volta ao estúdio. 


- Estava na hora dela realmente se expressar e não ter um monte de gente dizendo a ela o que fazer -, conta o produtor. 


[justify]- Eu ergui o espelho e [disse]: ‘Sabe quem está aí? Sabe quanta gente respeita esta pessoa?’ Quanto mais ela foi enxergando, mais fundo penetrou e as coisas mais malucas vieram à tona - conta Pharell.[/justify]

Para ler mais clique aqui.


Fonte: Rolling Stone



Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

texto curta nosso site

Patrocinadores

Unimed ChapecóSchumann
Nutrijá - Alimentação Consciente
Vivenda Açai
Instituto do Corretor ChapecoNostra Casa