Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Ouça ao vivo
logo google playBaixar App p/ Androidlogo apple itunesBaixar App p/ iOs

Rhodia desenvolve `jeans milagroso` contra celulite


« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:divulgação, descoberta, empresa, entrou, corrida, inovação, produção e época415 palavras6 min. para ler
Rhodia desenvolve `jeans milagroso` contra celuliteVer imagem ampliada
Depois dos alimentos, chegou a vez das roupas funcionais. Os praticantes de esportes já encontram ofertas no varejo de roupas tecnológicas, que melhoram a performance e aliviam a fadiga muscular. O novo desafio da indústria têxtil é levar a ciência para o dia a dia. 
A Rhodia deu um passo além nesta trajetória na semana passada. 
A companhia se aliou ao estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch para lançar um jeans que melhora a circulação e combate a celulite, feito com um fio desenvolvido pela Rhodia no Brasil.

O jeans contra celulite nasceu de uma nova aplicação do fio Emana, uma tecnologia que está em desenvolvimento na Rhodia no Brasil desde 2006 e já recebeu US$ 7 milhões em investimentos. 
O produto foi lançado globalmente em 2011, mas até então só estava disponível em roupas esportivas e lingeries. “Queríamos levar a tecnologia para o dia a dia das pessoas. 
E a melhor solução é o jeans“, disse o diretor global da unidade de negócios de fios têxteis da Rhodia, Renato Boaventura.   
O futuro, segundo ele, passa por roupas que tragam bem-estar e talvez até prevenção e combate a doenças, como varizes e trombose. “Temos uma equipe de 30 pessoas para pensar em como o tecido pode interagir com o corpo humano e trazer benefícios“, diz o executivo da Rhodia, que tem um centro de pesquisa em Paulínia (SP).
A empresa entrou na corrida pela inovação no ramo têxtil nos anos 50, com a produção da poliamida, o nylon, na época considerada uma fibra nobre e recém-descoberta. A Rhodia é uma indústria química do grupo Solvay, que faturou 124 bilhões em 2012, e oferece matérias-primas para diversas indústrias, como alimentos, automóveis, cigarros, cosméticos e roupas.
A divisão têxtil só existe no Brasil. O grupo saiu do ramo no restante do mundo há cerca de dez anos e atende o mercado global a partir do Brasil. “É uma tecnologia brasileira. Na Europa e na China os produtos são feitos em fábricas terceirizadas“, disse Boaventura.
Depois do nylon, a bola da vez da indústria têxtil nos anos 90 foi microfibra de poliamida, com a promessa de dar mais conforto e “respirabilidade“ aos têxteis. E, na sequência vieram fios com proteção UV e, agora, o fio contra celulite.
O Emana absorve o calor do corpo e transmite raios infravermelhos de volta para a pele, promovendo uma estimulação que melhora o aspecto da pele, diz a Rhodia. Para dar resultado, o produto precisa ser usado por 30 dias consecutivos e por seis horas diárias.

Fonte: Estadão
Foto: Divulgação

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

texto curta nosso site

Patrocinadores

Unimed ChapecóSchumann
Nutrijá - Alimentação Consciente
Vivenda Açai
Instituto do Corretor ChapecoNostra Casa