Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Ouça ao vivo
logo google playBaixar App p/ Androidlogo apple itunesBaixar App p/ iOs

Merkel liga para Obama depois de descobrir que foi espionada


« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:david, devem, pconfiança, mútua, diz, informe, tais e práticas259 palavras4 min. para ler
Merkel liga para Obama depois de descobrir que foi espionadaVer imagem ampliada
A chanceler alemã, Angela Merkel, ligou para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, depois de descobrir que o seu telefone celular pode ter sido alvo de escutas de agências de inteligência americanas.

A Casa Branca confirmou o diálogo entre os dois chefes de Estado, dizendo que Obama assegurou à líder da Alemanha que ela não foi espionada por agências dos EUA.

“O governo federal obteve informações segundo as quais o celular da chanceler pode ter sido grampeado pelos serviços americanos“, informou o porta-voz Steffen Seibert em comunicado.

 “Nós rapidamente enviamos um pedido aos nossos parceiros americanos solicitando um esclarecimento imediato e abrangente“, acrescentou.

“Entre amigos próximos e países parceiros, como é o caso da República Federal da Alemanha e dos Estados Unidos há décadas, a espionagem de um chefe de governo não pode existir. Seria um forte golpe na pconfiança mútua“, diz o informe. “Tais práticas devem cessar imediatamente“.

O porta-voz da presidência americana, Jay Carney, indicou que durante a conversa telefônica entre Obama e Merkel, “o presidente garantiu à chanceler que os Estados Unidos não espionam, e não espionarão as comunicações da chanceler“.

Se o fato se confirmar, deve colocar Obama em uma saia justa diplomática maior do que as enfrentadas pelos EUA até então em função dos casos de espionagem.

A Alemanha é a principal potência europeia e tem liderado os planos de recuperação econômica de diversos países do continente.

Nas últimas semanas, Brasil, México e França já fizeram reclamações formais por terem sido alvo da NSA.

Fonte: Jornal do Brasil
Foto: David Maryland

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

texto curta nosso site

Patrocinadores

Unimed ChapecóSchumann
Nutrijá - Alimentação Consciente
Vivenda Açai
Instituto do Corretor ChapecoNostra Casa