Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Ouça ao vivo
logo google playBaixar App p/ Androidlogo apple itunesBaixar App p/ iOs

Instrumento desenhado por Da Vinci estreia após mais de 500 anos


« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:thisiscolossal, pequenos, pretas, interior, cordas, tocadas, martelos e teclas284 palavras4 min. para ler
Instrumento desenhado por Da Vinci estreia após mais de 500 anosVer imagem ampliada
Um dos maiores gênios da Renascença, Leonardo Da Vinci desenhou muitas invenções que nunca saíram do papel. Uma delas, no entanto, acaba de ganhar vida mais de 500 anos depois de ter sido criado pela mente de Da Vinci graças ao pianista polonês Slawomir Zubrzycki.

Com um som que mistura os de um piano com um violoncelo, o bizarro instrumento musical batizado `viola organista` foi construído por Zubrzycki com base nas especificações deixadas por Da Vinci no Codex Atlanticus, coleção de 12 volumes de seus manuscritos que abrangem desde ideias para novas armas a planos para máquinas voadoras, e tocado pela primeira vez pelo polonês em concerto nesta segunda-feira.

- Este instrumento tem características de três que conhecemos: o cravo, o órgão e a viola da gamba (antigo instrumento parecido com um violoncelo) – disse Zubrzycki na estreia do instrumento, na sede da Academia de Música da Polônia em Cracóvia.

À distância, a viola organista parece um piano de cauda curta comum, com as características teclas brancas e pretas. 

No seu interior, no entanto, as 61 cordas não são tocadas por pequenos martelos, mas por quatro rodas giratórias revestidas de crinas de cavalo de forma semelhante aos arcos usados para tocar violinos e violoncelos.

Como resultado, os sons que saem do instrumento lembram os do violoncelo, do órgão e, segundo alguns dos ouvintes do concerto de estreia, até os de um acordeon.

- Não tenho ideia do que Da Vinci pensaria do instrumento que construí, mas tenho esperança de que ele ficaria satisfeito – concluiu Zubrzycki, que levou três anos e 5 mil horas de trabalho para trazer à vida a viola organista.


Veja o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=sv3py3Ap8_Y


Fonte:Jornal O Globo
Foto: thisiscolossal.com


Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

texto curta nosso site

Patrocinadores

Unimed ChapecóSchumann
Nutrijá - Alimentação Consciente
Vivenda Açai
Instituto do Corretor ChapecoNostra Casa