Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Chapecoense volta a empatar em casa

Voltar ↖Seguir ↘
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:chapecó, ataque, cara, goleiro, recebeu, mandou, pra e equipes377 palavras5 min. para ler
Chapecoense volta a empatar em casa
Ver imagem ampliada
Chapecó - Mais um empate na Arena Condá. A Chapecoense atacou, porém, não saiu do 0 a 0 com o Sport, na tarde deste sábado (19), pela 31a rodada da Série B do futebol brasileiro.

Foi o segundo tropeço seguido do Verdão em casa. Na última terça, ficou no 1 a 1 com o Ceará.


O resultado, no entanto, não foi tão ruim assim. A equipe do Oeste catarinense segue na vice-liderança isolada, agora com 58 pontos, e está a sete do acesso à elite nacional, faltando oito jogos para o fim, segundo projeções dos estatísticos.

O Sport segue em terceiro, com 50, mas pode ser ultrapassado nesta noite pelo Paraná, que tem 49 e recebe o Atlético-GO. Mas os pernambucanos não saem do G4.

Como já era imaginado, o Sport entrou em campo para atacar. A Chapecoense, pelo fato de jogar em casa, tinha o mesmo propósito. Apesar de algumas faltas mais duras, o jogo foi aberto no primeiro tempo - até porque o árbitro deixou a partida correr.

O Verdão criou mais chances, porém, quem assustou primeiro foi o Leão.

Aos dois minutos, Rithely chutou da entrada da área, Nivaldo deu rebote e a zaga afastou. A resposta verde-branca veio aos seis minutos. Athos deixou Tiago Luís na cara do goleiro, mas ele chutou em cima de Magrão. Na volta, Tiago Luís recebeu de Bruno Rangel e mandou pra fora.

Com as duas equipes procurando o ataque, mas sem levar perigo, as oportunidades de gol só voltaram a aparecer no final da primeira etapa. E foram da Chape.

Aos 40, Diego Felipe arrancou e tocou para Fabinho Gaúcho, que cruzou e Bruno Rangel cabeceou por cima. Aos 47, Tiago Luís bateu rasteiro e Magrão desviou para escanteio.
No segundo tempo, o Verdão procurou mais o gol, contudo, não conseguiu furar o bloqueio pernambucano.

Nem mesmo quando o técnico Gilmar Dal Pozzo colocou o atacante Potita no lugar do volante Diego Felipe.

As melhores chances da Chape foram em chutes de fora da área de Paulinho Dias, aos 18, e Fabiano, aos 23, que passaram perto da trave. O Sport chegou uma vez apenas. Aos seis, Ailson cabeceou na trave.

A Chapecoense volta a campo nesta terça-feira (22), contra o Figueirense, em partida atrasada da 22a rodada, novamente na Arena Condá.


Fonte: RedeComSC
Foto: futebolmarketing.com.br

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed ChapecóSchumannConstrutora CatarinenseInstituto do Corretor ChapecoNostra Casa