Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Chapecoense carimba o acesso à Série A

Voltar ↖Seguir ↘
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:reprodução, tempo, cobrado, mandou, fundo, rede, recebeu e satisfeita364 palavras5 min. para ler
Chapecoense carimba o acesso à Série A
Ver imagem ampliada
Logo após o feriado de Proclamação da República, nas ruas, nas esquinas, no trabalho, no supermercado e nas lojas do comércio as cores verde e branco tomavam conta dos chapecoenses. 
A festa fora de campo estava pronta. Os torcedores queriam confirmar o acesso da Chapecoense à Série A. Dentro de campo, o comandante Dal Pozzo pregava seriedade e respeito ao adversário.
Logo que começou o jogo, aos 48 segundos, Danilinho já fez uma boa jogada dando oportunidade de gol ao Verdão. Ele cobrou e levantou a bola na área, Wanderson desviou e Bruno Rangel quase completou para o gol, mas Rafael Defendi segurou. 
Mesmo com o bom início da Chapecoense, o Bragantino cresceu em campo. Aos 31 minutos, Magno Cruz arrancou pela esquerda e cruzou para a área, mas ninguém chegou na bola e Diego Felipe da Chapecoense afastou.
Em seguida, foi a vez novamente no visitante. Magno Cruz cruzou e a bola passa por todo mundo. Cesinha não chegou na bola desperdiçando um gol feito para o Braga. 
Depois dos 40 minutos, o jogo foi todo do Verdão. O time do Oeste chegou com Rafael Lima, Bruno Rangel e Danilinho, mas o gol ficou mesmo por conta do artilheiro. 
Ele recebeu o escanteio cobrado pelo meio Danilinho e mandou a bola para o fundo da rede de Defendi.
Já no segundo tempo, o Braga queria o empate e a Chapecoense estava satisfeita com o placar. O Verdão ainda teve chance com Diego Felipe em duas oportunidades. 
O gol do Bragantino logo apareceu. Aos 8 minutos, a bola sobrou para Lincom que chutou forte em direção a meta de Nivaldo. O goleiro de Verdão estava adiantado e não conseguiu defender
Depois do empate, o jogo esquentou. Sobraram faltas e cartões amarelos para os dois times. A Chapecoense teve uma ótima oportunidade aos 32 minutos. Após cobrança de falta, Rodrigo Gral – que havia sofrido a penalidade – cabeceou forte, mas a bola foi para fora.
Com o placar em 1 a 1, a Chapecoense carimbou o passaporte de acesso à Série A. Depois do apito final do árbitro Antônio Denival de Morais, a euforia tomou conta dos torcedores e dos jogadores que queriam gritar o acesso à Primeira Divisão. 



Fonte: RedeComSC
Foto: Reprodução

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed ChapecóSchumannConstrutora CatarinenseInstituto do Corretor ChapecoNostra Casa