Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Abel Braga indica que treinará o Inter em 2014: “Jamais direi não ao Inter“

Voltar ↖Seguir ↘
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:reprodução, princípio, ofereceu, contrato, aceito, fosse, vontade e esperar356 palavras5 min. para ler
Abel Braga indica que treinará o Inter em 2014: “Jamais direi não ao Inter“
Ver imagem ampliada
O técnico Abel Braga concedeu entrevista neste domingo e mostrou-se totalmente aberto a comandar o Inter em 2014.

O treinador disse que foi procurado, pediu direito de não trabalhar até o final da temporada, mas que nada irá impedir um acordo para o início da próxima temporada.

“Poucos sabem de tudo que o Inter significa para mim. Entrei neste clube quando tinha somente três anos de carreira. E o Inter me deu uma chance com 36 para 37 anos.

Um dos princípios da minha vida é a gratidão. Que fique claro. Não existe uma negativa. Jamais vou dizer não para o Inter.

É meu clube do coração. Só pedi para não trabalhar até o final do ano. Pedi este tempo para mim“, disse à Rádio Guaíba.

“É praticamente certo, mesmo que não possa se falar certo no futebol. Tudo indica que meu caminha seja Porto Alegre. Não haverá empecilho. Já descansei o que precisava descansar. Agora sim. Para o ano que vem, tem que começar a partir de novembro a programar o próximo ano“, completou.

Nem mesmo uma barreira financeira impediria Abel de trabalhar no time vermelho.

O Inter o procurou quando da demissão de Dunga, ofereceu menos que ele ganhava no Fluminense, e o contrato seria aceito, não fosse a vontade de Abel em esperar até o princípio do ano para trabalhar.

“Eu jamais vou deixar de ir para o Inter por problema financeiro. Tem uma identidade tão grande com este clube, que azul [cor do rival Grêmio] é só roupa jeans. Não tem nem carro.

Isto está no sangue, na família, nos amigos. Todos sabem disso. Plantaram muitas bobagens. Eu ganho bem, sim, como Muricy, Mano, Tite, a mesma coisa. Seria abaixo, tudo bem, não teria problema“, disse.

“O Inter me procurou na demissão do Dunga. Disseram que não teriam como me pagar o que eu ganhava no Fluminense. Que seria 20% abaixo porque estão com problemas por causa do estádio, problemas financeiros.

Eu disse: tudo bem. Não será o dinheiro que vai me afastar do Inter. O sentimento que tenho pelo clube, a relação com a torcida, isso não tem preço“, acrescentou.


Fonte: Uol
Foto: Reprodução

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed ChapecóSchumannConstrutora CatarinenseInstituto do Corretor ChapecoNostra Casa